Quinta-feira, 14 de Junho de 2007

Nas salas esta semana: parte 1

Chega esta semana às nossas salas a sequela para Fantastic Four. Rise of the Silver Surfer é o subtítulo e no ecrã está uma das personagens mais queridas da Marvel: o surfista intergaláctico com poderes cósmicos e com uma prancha como meio de transporte. A opinião geral é negativa mas sobre o personagem em particular há algo mais a dizer.
Deixo-vos o que escrevi no sítio do costume sobre o filme.

"O quarteto de super-heróis da Marvel regressou com mais do mesmo. A elasticidade de Reed Richards, a bazófia a altas temperaturas de Johnny, a pele seca do «Coisa» e a invisibilidade de Sue Storm são, novamente, qualidades revestidas de diálogos em que o heroísmo não se consegue levar a sério e de clichés tão desgastados que já não convencem o mais jovem espectador. Mas paremos por um momento antes de desmoronarmos tudo o que a BD construiu. É que, desta feita, há um acréscimo de peso à série. O Surfista Prateado arrebata o ecrã como um portento de personagem que, ao contrário dos restantes, está à altura do seu estatuto. Esta prata vale ouro ou, pelo menos, vale o preço do bilhete. Os raios cósmicos despertaram-lhes os super-poderes. Isso já estava explicado e encaixado. Agora, é altura para um novo conflito. Enquanto o casal Reed Richards e Sue Storm se preparam para casar sob o olhar atento de todo o mundo (num extremismo a lembrar os tempos em que os paparazzi atormentavam Diana e Dodi Al Fayed), o mesmo mundo começa a assistir a ocorrências muito particulares. Lagos gelam no Japão, nevões atingem o Egipto e crateras surgem um pouco por todo o planeta como se o céu se tivesse lembrado de abrir buracos no chão. Como todos os super-heróis que se prezem, o Quarteto Fantástico não podia deixar passar os acontecimentos em branco. A investigação leva-os a concluir que no pequeno planeta azul, há uma presença muito peculiar. Um surfista prateado tem percorrido os quatro cantos para fazer algo desconhecido. Há uma certeza apenas: coisa boa não pode ser. Afinal, este ser reluzente serve alguém que mata planetas à sua passagem. O próximo alvo: a Terra. A verdade é que o Quarteto Fantástico foi um sub-aproveitamento da fabulosa BD da Marvel. Quatro bons personagens são tranformados em seres que veiculam os lugares comuns mais listados de sempre e que funcionam colados à imagem de uma cultura jovem americana totalmente estereotipada. Sue Storm (a babe) não tem a maturidade e seriedade devidas, Reed Richards (o geek) comporta o ar mais desajeitado do mundo quando não me parece ter sido essa a intenção de origem e o Coisa (o freak)...bom, o Coisa simplesmente não se consegue levar a sério. Johnny (o popular) é o único que, na sua demonstração constante de egocentrismo e imaturidade se consegue aproximar mais do que o seu criador tinha pensado para ele. Contudo, neste segundo filme, algo chega que parece não encaixar. Um dos melhores personagens em formato papel tomou forma no ecrã e não desiludiu. Vamos conhecer o Surfista Prateado. Norrin Radd, um jovem astrónomo do planeta Zenn-La viu a sua vida virada do avesso quando uma entidade divina (ou demoníaca) devoradora de planetas o prendeu ao seu serviço. Quando assinou o contrato, o surfista concordou em fazer uma espécie de rastreio planetário para seleccionar os mundos que o malévolo Galactus poderia devorar para se manter vivo. Em troca, Galactus pouparia o mundo de Norrin e a sua amada, Shalla Bal. Foi desta forma que o astrónomo se tornou num escravo intergaláctico prateado movido a prancha de surf com poderes exuberantes. O Silver Surfer fez tal sucesso que ganhou vida própria e teve direito à sua série individual de BD. Talvez também possa ter ainda direito a um filme só dele. Por agora, ele é transposto no corpo de Doug Jones, o actor predilecto do realizador Guillermo Del Toro para representar os seus monstros, e na voz imponente de Laurence Fishburne. Digitalmente é irrepreensível e assume a forma que todos os fãs esperavam. O problema é que à sua volta tem um universo estéril e sem beleza e o seu encanto parece não pertencer ali.

Quarteto Fantástico: o Surfista Prateado continua a não convencer sendo apenas mais um blockbuster de Verão à procura de receitas. Decerto as vai conseguir. No entanto, é crucial não esquecer que, no meio do que já se esperava, há algo ou alguém com muito mais brilho do que o resto do ensemble. Sentado no escuro, o conselho que se impõe é que se abstraia de tudo o resto e aprecie o que ali reluz, porque a prata vale ouro ou, pelo menos, serve para justificar o preço do bilhete."

Brevemente, terá direito a um Acabo de Ver. Por agora fiquem com o trailer.
publicado por Quanto Mais Quente Melhor às 14:46
link do post | comentar
5 comentários:
De inesgens a 15 de Junho de 2007 às 07:59
Viva, Loot!
O Galactus aparece mas não na forma em que nos recordamos dele. É uma espécie de tempestade gigante que papa planetas.
Acho que foi uma boa forma de o representar já que qualquer boneco que se pudesse inventar ia sempre soar a falso.
Sublinho novamente que o Quarteto Fantástico continua fraquinho. Só mesmo o Silver Surfer para safar o filme. :)
De Loot a 15 de Junho de 2007 às 03:05
O Surfista Prateado é GRANDE a sério quantos super heróis é que voam de pé?
Tenho de ver o filme afinal este é um dos meus personagens favoritos, mas não vou com grande fé.
Já agora perguntava-te se o Galactus aparece ou não?
De Loot a 17 de Junho de 2007 às 15:37
Já vi o filme, é fraco como tinhas dito. Mas não fiquei tão contente como tu com a forma como o surfer é retratado. Acho que o Doug Jones foi uma excelente escolha e há momentos que sentimos uma grande "humanidade" no personagem, mas não gostei da voz nem das alterações que fizeram ao personagem.
De inesgens a 17 de Junho de 2007 às 15:42
Não fiquei totalmente embevecida mas acho sinceramente que é um ponto muito positivo no meio da restante "desgraça". De qualquer forma entendo as tuas reservas em relação à voz.

Cumprimentos, Loot. :)
De motorocycles rule - bikes forever a 11 de Julho de 2007 às 05:59
cool trailer.

Comentar post

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 86 seguidores

pesquisar

subscrever feeds

posts recentes

Em coma...como a Noiva de...

Estrelas de cinema na pub...

Ensaios de luxo

Uma visita com Walt

Desculpas e mais desculpa...

O Sítio das Coisas Selvag...

Trailer de The Lovely Bon...

Ela quase emigrou mas est...

arquivos

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

tags

todas as tags