Domingo, 20 de Maio de 2007

A fixação de um cartoonista, de um jornalista e de um polícia

css187.jpg

Ontem à noite vi, em extremo cansaço, aquele por que tanto aguardava: sua excelência, o último de David Fincher, Zodiac.

A cena inicial demonstra, logo à partida, o tom que o filme vai ter. O primeiro assassinato do Zodiac, um serial killer que aterrorizou a zona de São Francisco nos anos 60 e 70, é mostrado lentamente, com pormenores para digerir, com a crueldade de o vermos pelo ponto de vista das vítimas, não do criminoso. A primeira cena também nos diz que, por mais que este filme possa vir a ter momentos em que nos perguntamos se é do mesmo homem que fez Seven e Fight Club, vai ter sempre a marca do ambiente obsessivo tão próprio de Fincher. Isso distingue-o. É isso que fascina.

Zodiac é muito mais do que a história do assassino, é a história de como a sua identidade desconhecida leva a uma busca transformada em obsessão por parte de um cartoonista de um jornal, de um jornalista estrela (porque também Zodiac era obcecado pelo mediatismo dos seus actos) e de um polícia que tenta resolver o caso.

Cinco anos depois de Sala de Pânico, aquele que é, quanto a mim, a mais fraca das fitas de Fincher (o que não faz dela má), o realizador volta à acção com algo muito mais linear e realista do que Fight Club (o meu eleito) e com muito menos surpresas do que Seven.

Zodiac é um filme mais dentro da normalidade mas isso não faz dele um filme menor. É que, nesta história sobre o assassino mais interessante que aterrorizou São Francisco durante a infância de Fincher, para lá das boas interpretações e do argumento desenhado de uma forma original, quem ganha é a envolvente psicológica e situacional construída lentamente, que só a direcção de Fincher poderia ter feito.

Amanhã, com detalhe, no Acabo de Ver. Deixo-vos o trailer.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=8dWgRfb17-M]
publicado por Quanto Mais Quente Melhor às 09:16
link do post | comentar
2 comentários:
De Alvy Singer a 20 de Maio de 2007 às 16:16
Para já, o melhor filme de 2007.
De Luis Jerry a 21 de Maio de 2007 às 12:16
Concordo em tudo contigo Inesgens. E até agora é realmente o melhor filme do ano. Mas cheira-me que será "esquecido" nalgumas nomeações para alguns dos prémios no próximo ano... cheira-me.

Comentar post

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 86 seguidores

pesquisar

subscrever feeds

posts recentes

Em coma...como a Noiva de...

Estrelas de cinema na pub...

Ensaios de luxo

Uma visita com Walt

Desculpas e mais desculpa...

O Sítio das Coisas Selvag...

Trailer de The Lovely Bon...

Ela quase emigrou mas est...

arquivos

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

tags

todas as tags