Sexta-feira, 20 de Abril de 2007

Children of Men: O cenário negro e a réstia de esperança

children_of_men_poster.jpg

Não, o filme não é uma catástrofe. A acção, essa sim, pretende mostrar um mundo condenado a um fim nada simpático, sem esperança nem solução. Quem sabe se estaremos assim tão distantes desta realidade tão negra?

Vi ontem à noite, no conforto do lar, o filme de Alfonso Cuarón que mostra, daqui a 20 anos, um planeta sem possibilidade de retorno aos seus tempos áureos. Estamos em 2027 e, na Terra, as mulheres deixaram de conseguir engravidar. O ser humano mais novo (de 18 anos) acabou de morrer, levando consigo o símbolo do último bastião para a continuação da raça humana.

A premissa é tão complexa quanto original e tem uma gigantesca potencialidade. Seguimos atentos todos os passos naquele cenário dantesco e sentimo-nos apegados aos pequenos raios de infíma esperança que vão sendo libertados, mesmo que por poucas vezes.

A realização é de uma coragem extrema, com planos contínuos em cenas de tal modo movimentadas que parecia impensável resultarem desta forma. Mas resultam e, mais, fazem com que, nós próprios, acompanhemos o fabuloso Clive Owen sustendo a respiração e suspirando de alívio à medida que vamos encontrando momentos ligeiramente mais calmos.

Children of Men tem, no entanto, um problema que deixa no espectador um sentimento de insatisfação. Até os menos atentos terão sentido a necessidade de aprofundamento no enredo, de uma digestão mais lenta e mais detalhada de muitos dos desenvolvimentos no argumento.

No fim senti que queria e precisava de mais. Quis continuar na fita por mais tempo mas não mo permitiram. Fiquei a ver os créditos finais parada, ainda na esperança de que algo mais ia surgir.

Este ponto final pode ter tido a intenção de deixar para depois uma interpretação livre mas, se a teve, não me parece ter sido a melhor solução.

Não deixa de ser uma peça muito corajosa e visualmente muito bem concretizada. Fica apenas inacabada, digamos assim.

Se ainda não lhe puseram os olhos em cima, aconselho que resolvam essa questão nos próximos tempos, enquanto ainda temos bebés.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=4Vfd6tQUzpw]
tags: ,
publicado por Quanto Mais Quente Melhor às 20:41
link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar

subscrever feeds

posts recentes

Em coma...como a Noiva de...

Estrelas de cinema na pub...

Ensaios de luxo

Uma visita com Walt

Desculpas e mais desculpa...

O Sítio das Coisas Selvag...

Trailer de The Lovely Bon...

Ela quase emigrou mas est...

arquivos

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

tags

todas as tags

links