Quinta-feira, 5 de Abril de 2007

300: A fiel adaptação da graphic novel numa exposição visual memorável

261536797_95d2f800c1_b.jpg

Porque se pedia um bom ecrã, consegui vê-lo na primeira sessão da tarde no Cinemax do Beloura.

É uma árdua tarefa tentar descrever 300. É mandatório vê-lo no cinema porque isso faz parte da sua dimensão global e é difícil explicar as imagens porque nunca conseguirei alcançar no papel a sua verdadeira dimensão.

300 é um exercício fantástico de fidelidade à obra original em papel. A cada passo, conseguimos visualizar os quadrados da graphic novel, a cada plano conseguimos perceber que a abordagem escolhida foi aquela em função dessa mesma homenagem à obra de Frank Miller.

Tudo isto é feito com a audácia visual de uma época que permite quase tudo. É arrebatador ver a construção visual em parte histórica e em parte (a maior) futurista. Para os que pensam que este é apenas mais um épico, desenganem-se. 300 é uma ruptura com os cânones até aqui utilizados nos filmes que remontavam à Antiguidade.

Há, de facto, violência extrema e poder excessivo. Quase tudo é levado ao extremo mas parece-me ser esse apenas mais um recurso para que o produto final seja, efectivamente, um espelho do que fez Frank Miller.

300 é um daqueles filmes que consegue gerar todo o tipo de opiniões. Aceito que me digam que detestam como compreendo na perfeição quem fica embevecido pelo trabalho ali feito (incluo-me neste segundo grupo).

O que não acredito que venha ouvir alguém dizer é que esta fita lhe é indiferente. Isso, sim, é impossível.

Na Segunda-feira, vou poder entusiasmar-me mais no Acabo de Ver com todos os pormenores sobre este arrojado exemplo de que nem tudo tem de ir com a corrente.
publicado por Quanto Mais Quente Melhor às 21:28
link do post | comentar
7 comentários:
De inesgens a 7 de Abril de 2007 às 18:29
Não fizeste nada asneira.
AdV é uma sigla catita! ;)
De Jorge M a 7 de Abril de 2007 às 17:36
Pronto...Já vi que fiz asneira! Tenho andado ausente nestes últimos tempos e depois mando destas! =/

Fica então prometido que vou ouvir cuidadosamente esse AdV!! :)
De bitela a 11 de Abril de 2007 às 01:31
The world will know that free men stood against a tyrant, that few stood against many, and before this battle was over, that even a God-King can bleed.

:)
De inesgens a 6 de Abril de 2007 às 18:52
Olá, Jorge!
Claro que merece e vai ter direito a Acabo de Ver também. Já o tinha dito aqui há uns posts atrás...
Esta semana promete. :)

beijinho
De Jorge M a 6 de Abril de 2007 às 10:46
Ah ah...Então Sra. Inês? O novo filme do David Lynch também merece uma referência esta semana. Vai lá vê-lo que eu preciso de uma opinião sensata para comprar ou não o bilhete =p
De Knoxville a 6 de Abril de 2007 às 00:30
:) Fico à espera do Acabo de Ver.
De ponto a 6 de Abril de 2007 às 01:55
soube bem. (:
tanto tempo de espera, e não desiludiu. sim, foram quase seis meses. :p

quando soube da sua existência, despertou-me muita curiosidade. há já algo tempo havia lido e estudado, por curiosidade, a história de esparta e da famosa batalha em que os mortos foram considerados os vencedores.

vi hoje. gostei. em suma, tempo bem passado. mesmo. (:

Comentar post

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 86 seguidores

pesquisar

subscrever feeds

posts recentes

Em coma...como a Noiva de...

Estrelas de cinema na pub...

Ensaios de luxo

Uma visita com Walt

Desculpas e mais desculpa...

O Sítio das Coisas Selvag...

Trailer de The Lovely Bon...

Ela quase emigrou mas est...

arquivos

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

tags

todas as tags