Sábado, 17 de Março de 2007

As dicas do Ípsilon

Gosto que se crie um contexto quando se faz uma crítica e que esse enquadramento seja acessível não só aos entendidos mas também aos outros, aos que gostam de cinema mas que provavelmente não se aproximam mais de certos filmes por esses não lhes serem dados a entender. Que se falem duas línguas, ou uma língua que encaixe em dois tipos de público.

Por tudo isso, gostei de algo pequeno que teve o seu lugar no Ípsilon desta semana. Algo pequeno mas que demonstra este espírito, o de ajudar os leitores a fazerem, eles próprios, a leitura de um filme. A meu ver, esta é uma das funções do crítico e, esta sexta-feira, ainda que através de uma pequena amostra, Jorge Mourinha fê-lo no Público.

Para ajudar à compreensão do novo filme de Darren Aronofsky, The Fountain, deu aos leitores "pistas para ler o último capítulo".

Gostei.
publicado por Quanto Mais Quente Melhor às 13:01
link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar

subscrever feeds

posts recentes

Em coma...como a Noiva de...

Estrelas de cinema na pub...

Ensaios de luxo

Uma visita com Walt

Desculpas e mais desculpa...

O Sítio das Coisas Selvag...

Trailer de The Lovely Bon...

Ela quase emigrou mas est...

arquivos

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

tags

todas as tags

links