Terça-feira, 31 de Março de 2009

Dupla Sedução: Uma dupla de estilo numa espiral sem grande pinta

 

Ele talvez seja o único tipo que poderia ter dado um melhor James Bond do que Daniel Craig (ainda vai a tempo). Ela é aquela senhora de sucesso que tanto se sai muito bem como nos deixa a perguntar porque raio é ela uma estrela de tal dimensão. E os dois estão no novo filme de Tony Gilroy, estreado nas nossas salas na semana passada, sobre uma dupla de espiões ligada a dois gigantes do mundo farmacêutico (mais especificamente na área da cosmética). Clive Owen e Julia Roberts são o casal em causa e os dois terão de trabalhar em conjunto para levar a cabo um elaborado golpe.

 

É inegável que os dois consomem o ecrã, por mais que não seja pelos seus encantos naturais. Ele com aquele ar de brutinho sacana com classe, ela pelo tipo de criatura sofisticada com neurónios que faz os homens cair a seus pés. Mas, apesar de esta dupla ter mais pinta no ecrã do que o casal Smith (Pitt/Jolie), não está tão em sintonia quanto os seus antecessores. No decorrer de Dupla Sedução, o espectador poderá sentir que cada um puxa mais para seu lado do que contribui para o bem maior.

 

Mas deixemos o casal de protagonistas e centremo-nos no filme de uma forma mais generalista. Dupla Sedução tem o claro objectivo de ser uma daquelas fitas que surpreendem a audiência a cada momento, com twists quase de cena a cena e reviravoltas em abundância. No entanto, o argumentista e realizador Tony Gilroy (responsável pelos guiões da série Jason Bourne e pela realização de Michael Clayton) parece ter ficado demasiado obcecado com essa estrutura, tão fechado nela, que nem se apercebeu que, afinal, tudo acaba por ser tão previsível quanto o resultado de um jogo da selecção nacional.

 

E se há cenas tão deliciosas como aquela em que Tom Wilkinson e Paul Giamatti brigam que nem crianças numa sequência em câmara lenta, há outras em que desejamos que despachem as conjecturas adivinháveis à distância e nos levem directamente para os créditos finais.

publicado por Quanto Mais Quente Melhor às 08:19
link do post | comentar
1 comentário:
De Como Seduzir Um Homem a 17 de Dezembro de 2009 às 14:02
Eu gostei muito deste filme. Não sou grande fã da Julia Roberts mas gostei deste filme mesmo assim!

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

subscrever feeds

posts recentes

Em coma...como a Noiva de...

Estrelas de cinema na pub...

Ensaios de luxo

Uma visita com Walt

Desculpas e mais desculpa...

O Sítio das Coisas Selvag...

Trailer de The Lovely Bon...

Ela quase emigrou mas est...

arquivos

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

tags

todas as tags

links