Domingo, 18 de Janeiro de 2009

O cinema em prol de Obama

 

Ainda Barack Obama não sonhava em se candidatar à presidência dos Estados Unidos e já a Sétima Arte abria caminho para que um negro fosse pela primeira vez o detentor do lugar na Casa Branca. Claro que não intencionalmente mas não deixa de valer a pena parar para pensar no papel peregrino que o cinema poderá ter tido no que diz respeito a cenários que nunca tinham tido referente real e que acabaram por se verificar fora do grande ecrã.

 

A reflexão é feita hoje num interessante artigo do NY Times sobre não só os papéis de presidentes negros que os filmes acolheram até hoje ( com referências a Morgan Freeman em Impacto Profundo, a James Earl Jones em The Man ou Dennis Haysbert em 24) mas também sobre o crescente protagonismo dos actores negros na história do cinema.

 

Boa leitura para antecipar o Inauguration Day, altura em que Obama tomará posse. Podem ler tudo aqui.

publicado por Quanto Mais Quente Melhor às 16:19
link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar

subscrever feeds

posts recentes

Em coma...como a Noiva de...

Estrelas de cinema na pub...

Ensaios de luxo

Uma visita com Walt

Desculpas e mais desculpa...

O Sítio das Coisas Selvag...

Trailer de The Lovely Bon...

Ela quase emigrou mas est...

arquivos

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

tags

todas as tags

links