Quinta-feira, 17 de Abril de 2008

Norton quebra o silêncio



Nem uma palavra. Nem uma reacção. Apenas teasers, notícias mas de Edward Norton, nem rasto. De cada vez que alguém o tentava entrevistar sobre a sua incursão no mundo verde de Bruce Banner, Norton preferia manter o silêncio. Durante meses falou-se das possíveis desavenças entre o actor (e produtor convidado) e os restantes produtores do filme. Ele, porque defendia uma versão final mais demorada, preocupada com os pormenores contextuais. Eles, porque queriam um ritmo acelerado, de filme de acção rapidamente consumível.

Ainda é cedo no calendário para dizer se o novo Hulk (o filme) conseguiu atingir um equilíbrio entre as reivindicações de Hulk (o actor que veste o personagem) e as demandas da maioria dos detentores do...digamos...dinheiro.

No entanto, Edward Norton decidiu falar à Entertainment Weekly, através de e-mail, sobre tudo o que se tem especulado e o resultado foi este:

"Like so many people I've loved the story of The Hulk since I was a kid, so it was thrilling when Marvel asked me to write and help produce an altogether new screen incarnation, as well as play Bruce Banner. I grew up reading Marvel Comics and always loved the mythic dimension and contemporary themes in the stories, and I’m proud of the script I wrote. In every phase of production, including the editing, working with Louis Leterrier has been wonderful...I've never had a better partner, and the collaboration with all the rest of the creative team has been terrific.
Every good movie gets forged through collaboration, and different ideas among people who are all committed and respect the validity of each other's opinions is the heart of filmmaking.
Regrettably, our healthy process, which is and should be a private matter, was misrepresented publicly as a 'dispute,' seized on by people looking for a good story, and has been distorted to such a degree that it risks distracting from the film itself, which Marvel, Universal and I refuse to let happen.
It has always been my firm conviction that films should speak for themselves and that knowing too much about how they are made diminishes the magic of watching them.
All of us believe The Incredible Hulk will excite old fans and create new ones and be a huge hit...our focus has always been to deliver the Hulk that people have been waiting for and keep the worldwide love affair with the big green guy going strong.''

Ele é um dos melhores. Não me parece que se resigne perante um produto medíocre nem que aceite que o seu nome conste dos créditos de um filme com essas características. Não temos um Ang Lee atrás das câmaras, é verdade, mas não posso deixar de reiterar a minha crença de que este novo Hulk vai ser uma boa surpresa. Vale uma aposta?
publicado por Quanto Mais Quente Melhor às 18:45
link do post | comentar

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 86 seguidores

pesquisar

subscrever feeds

posts recentes

Em coma...como a Noiva de...

Estrelas de cinema na pub...

Ensaios de luxo

Uma visita com Walt

Desculpas e mais desculpa...

O Sítio das Coisas Selvag...

Trailer de The Lovely Bon...

Ela quase emigrou mas est...

arquivos

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

tags

todas as tags