Sexta-feira, 28 de Março de 2008

Não me esqueci de Buscemi na realização



Dos 108 filmes em que já participou podemos contar, por exemplo, Mr. Pink em Reservoir Dogs ou Carl Showalter em Fargo. Muitos outros papéis há.
Esta semana, Steve Buscemi em versão realizador (que não é experiência inédita) chega às nossas salas de cinema com Entrevista.

O filme decorre quase exclusivamente num único cenário - um loft de estrela de cinema - junto a dois protagonistas: o jornalista Pierre Peders (Steve Buscemi) e a actriz Katya (Sienna Miller).
O primeiro era um hard news reporter no mundo da política mas, por culpa própria, foi despromovido para o universo das notícias cor-de-rosa. Neste novo papel vê-se obrigado a entrevistar a actriz mais popular da terra das telenovelas, Katya.

À primeira tentativa de entrevista, num restaurante, com Peders muito pouco interessado em saber quem é a dondoca rica que tem à sua frente, sucede-se um pequeno acidente que acaba por originar uma, essa sim verdadeira, entrevista em casa da estrela.

Dali, o filme desenrola-se numa sucessão de desabafos, gritos de desespero, demonstrações de carinho e rasgos de loucura entre os dois. Com o apartamento como pano de fundo, muito álcool a ajudar e alguma droga à mistura, os dois desconhecidos acabam por ter a sessão de terapia mais frutífera da história das entrevistas.

Entrevista é a prova de que é possível criar um filme simpático sem grandes orçamentos nem extensos elencos. Sienna Miller e Steve Buscemi conseguem mover-se muito bem no reduzido espaço e acção que têm, oferecendo momentos que atacam as profundezas dos seus dois personagens. O realizador e protagonista mostra que sabe levar a câmara até onde precisa para criar várias camadas num só plano (ele quase sempre com ela à vista em segundo plano, ela quase sempre a deixar perceber o que ele anda a fazer por ali).

Apesar de, em alguns momentos, sentirmos que os diálogos não são assim tão convincentes, na maior parte do tempo acreditamos que aquelas criaturas são reais e estão ali à nossa frente. Vejam-no e fiquem com vontade de também vós, humildes cinéfilos, partirem para uma produção...apenas com dois actores e um apartamento.
publicado por Quanto Mais Quente Melhor às 20:16
link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar

subscrever feeds

posts recentes

Em coma...como a Noiva de...

Estrelas de cinema na pub...

Ensaios de luxo

Uma visita com Walt

Desculpas e mais desculpa...

O Sítio das Coisas Selvag...

Trailer de The Lovely Bon...

Ela quase emigrou mas est...

arquivos

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

tags

todas as tags

links