Domingo, 2 de Dezembro de 2007

Shoot 'em up: O disparate mais cool



Clive Owen, Paul Giamatti, Monica Bellucci, tiros e mais tiros. O nome põe tudo em cima da mesa. Para os que poderão dizer "eh-pá-vim-ver-um-filme-com-este-elenco-e-sai-me-um-leilão-de-tiros", Shoot 'em up é designação que avisa logo à partida.

De facto, o filme de Michael Davis deixa tudo em pratos limpos à primeira cena. Mr. Smith (Clive Owen) está sentado numa paragem de autocarro quando vê uma grávida a ser perseguida. Decide intervir, matar todos os patifes que por ali andam e, simultaneamente, ajudar a senhora a dar à luz. É um statement que nos diz "vocês aí a assistir, isto não é para levar a sério". O resultado é um disparate transcendental que, no entanto, tem um aspecto de experiência cool mais arrojada dos últimos tempos.
A ideia mais clara que vos posso transmitir é mesmo esta. Nunca tanto disparate junto soou tão bem e fez tanto sentido. Um herói (Owen) que rói cenouras e dá momentos de prazer à protagonista enquanto mata uns quantos. Um vilão (Paul Giamatti) que atende o telefone à esposa mesmo quando está deitado no chão a estrebuchar depois de ter levado com algumas balas no peito. Uma hora e meia de tiroteios hiperbolizados com heroísmo metido a martelo e frases em jeito de homenagem/paródia ao belo mundo dos lugares comuns. E tudo isto funciona inesperadamente bem.

Confesso que, a dada altura, pensei para mim que diferença teria este tremendo disparate de outros tremendos disparates que costumamos criticar. Três coisas: 1) grandes actores; 2) é assumidamente disparatado e irónico; 3) (caíndo no perigo de parecer redundante com o ponto 1) ninguém mata com tanto estilo quanto o Clive Owen.

Deixo-vos o trailer.

publicado por Quanto Mais Quente Melhor às 08:37
link do post | comentar
2 comentários:
De palpites_e_tal a 5 de Dezembro de 2007 às 15:02
Ola! Pois olha eu confesso que não gostei nada! Pela primeira saí do cinema antes do filme acabar. E ja tinha saido 5 antes de mim.
De Afronauta a 5 de Dezembro de 2007 às 22:53
Detestei a gracinha. Teria tido mais prazer se queimasse a nota de 5€ que me custou o bilhete! É que nem com um prego em pão de lombo de boi barrosão e meio litro de sangria, tudo oferecido pela Lusomundo, eu sairia satisfeito!

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

subscrever feeds

posts recentes

Em coma...como a Noiva de...

Estrelas de cinema na pub...

Ensaios de luxo

Uma visita com Walt

Desculpas e mais desculpa...

O Sítio das Coisas Selvag...

Trailer de The Lovely Bon...

Ela quase emigrou mas est...

arquivos

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

tags

todas as tags

links