Domingo, 26 de Agosto de 2007

Mysterious Skin: Dois murros no estômago daqueles tramados

mysterious_skin.jpg

A primeira pergunta que devemos fazer é porque é que Mysterious Skin chega às nossas salas com três anos de atraso (o filme é de 2004) mas rapidamente vamos lembrar-nos de que tal estratégia é prática comum por estas bandas.

Seguimos para a boa notícia: o que é facto é que estreou.

Mysterious Skin leva-nos até ao mundo podre da pedofilia e da prostituição numa linha "é-assim-que-isto-se-passa-e-não-como-vemos-nos-filmes". É um filme, é certo, mas trata os personagens com a crueldade necessária que imaginamos passar-se na realidade.

Joseph Gordon-Levitt já tinha deixado de ser o miúdo do Terceiro calhar a contar do sol há algum tempo. Mysterious Skin confirma-o, salienta-o e coloca-o na nossa lista da próxima geração de grandes actores. Aqui surge-nos como uma ex-criança vítima de pedofilia, tornada num jovem adulto prostituto cheio de memórias recalcadas numa sociedade que começa a sentir na pele os perigos do HIV.

Brady Corbet é outro ex-miúdo que acredita ter sido raptado por seres de outro planeta porque não consegue recordar muita da sua infância.

Os dois vão cruzar-se num encontro libertador, filmado de uma forma inspirada e que, inevitavelmente, se revela um valente murro no estômago daqueles que nos deixam a pensar no filme durante o resto do dia.

Confesso que, a dada altura, a carga sexual começa a ser dispensável e chega a desviar a atenção do espectador da complexidade dos personagens. Ainda assim, acabo por não conseguir imaginar outra forma tão crua para mostrar o pretendido.

Fujam às outras estreias desta semana (Turistas e Licença para casar são totalmente dispensáveis) e espreitem este Mysterious Skin.
publicado por Quanto Mais Quente Melhor às 14:13
link do post | comentar
1 comentário:
De Mauro Fonseca a 26 de Agosto de 2007 às 18:10
De referênciar A face oculta de Mr. Brooks com Kevin Costner que tb estreou esta semana. O filme parece interessante. Qt aos outros dois, turistas desconheço e Licença para casar não parece nada de especial pelo que vi, infelizmente, porque gosto do Robin Williams.
Cumprimentos

Comentar post

mais sobre mim

pesquisar

subscrever feeds

posts recentes

Em coma...como a Noiva de...

Estrelas de cinema na pub...

Ensaios de luxo

Uma visita com Walt

Desculpas e mais desculpa...

O Sítio das Coisas Selvag...

Trailer de The Lovely Bon...

Ela quase emigrou mas est...

arquivos

Janeiro 2010

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

tags

todas as tags

links